Se cobrar demais reduz a Autoconfiança e dificulta seu Sucesso


Queremos dar o nosso melhor, mas podemos pegar muito pesado.


Eu sou muito crítica, sobretudo, comigo mesma. Quero fazer tudo que me proponho muito bem, foco nos detalhes... às vezes perco tempo demais nesse preciosismo e perco de vista o objetivo maior. Posso achar que nunca está bom o suficiente. Sempre poderia ser melhor... e aí nunca concluo. Ver tanta coisa inacabada mancha a minha autoestima.


Essa autocobrança constante é muito desgastante. Gera um monte de estresse, ansiedade e insegurança. Onde aprendi isso? Na infância! Na primeira série, detestava matemática porque só tirava 99, nunca 100! Hoje acho rídiculo me preocupar com tão pouco, mas na época eu sofria mesmo. Me sentia incapaz de tirar o tal do 100 nessa matéria.


Como adulta isso se tornou um problema maior, porque me dedicava muito a coisas que eu julgava importante, mesmo que me custasse minha saúde fisica e mental. Em outras situações, eu só procrastinava, porque não queria fazer algo que eu não dominava. Se não ia ficar perfeito, pra que começar?!


Precisei aceitar minhas falhas e me permitir falhar. Não foi fácil, aceitar meus defeitos, mas aprendi a não me levar tão a sério. A rir de mim mesma e encarar tudo com mais leveza. Hoje curto me aventurar em áreas que não sei, aprender coisas novas e, principalmente, aprender com meus erros. Tenho muito mais sucesso profissional desde que fiz as pazes comigo.


Ainda aprecio a excelência na minha profissão, mas hoje sou tão compreensiva e empática comigo, como sou com minhas clientes. Eu também mereço ser acolhida! Nenhuma psicóloga é perfeita. Sou humana, sensível e falha. Assim, me aproximo ainda mais de quem estou atendendo, pois eles sabem que não são os unícos. É cometendo erros que ganham a experiência necessária para crescer!

Posts recentes

Ver tudo