Como a Insegurança me Bloqueava

Atualizado: Mai 27


Já perdi muitas oportunidades por achar que não estava pronta, não era a hora ou não era pra mim. Tipo, encontrava uma pessoa que admirava profissionalmente, queria falar com ela e me apresentar, mas ficava envergonhada. Não queria incomodar a pessoa... Ou quando estava numa conversa importante e deixava de falar do meu trabalho, por achar que o outro não ia gostar.... Minha mente estava sempre inventando desculpas. Depois eu ficava arrependida e irritada comigo por ter perdido minha chance.


Eu não aguentava mais ver o tempo passando e minha vida andando em câmera lenta, por medo de me arriscar. Comecei a fazer mesmo com insegurança. A voz tremia numa apresentação profissional, a perna tremia no espetáculo de dança, mas eu me lembrava que tinha me preparado, que tinha algo a mostrar e o faria por mim. A medida que eu me lançava pra fora da minha zona de conforto eu via que não era tão assustador assim, e a ação se tornava mais natural e espontânea.


Aprendi técnicas de meditação, respiração, visualização e mentalização que me ajudaram a ter mais confiança em mim. Hoje, quando a insegurança surge, a recebo com atenção, pois vem pra me sinalizar que a situação é realmente importante pra mim. Que é algo que desejo de verdade e escolho encarar os riscos para poder viver meu propósito plenamente.


Tenho ensinado essas técnicas aos meus clientes. Eles falam que desde que começaram a fazer as práticas pararam de duvidar tanto de si, se comparar aos outros e se sabotar. Um me falou que antes ficava esperando as circunstâncias ideais para viver como desejava. A partir da terapia começou a fazer tudo que queria e as circunstâncias finalmente mudaram. Outra disse que quando chegou o grande momento estava tão tranquila que nem se reconheceu.


Quando nos sentimos constantemente inseguros, passamos a acreditar que é assim que somos. A meditação e mentalização podem reprogramar a mente para abandonar essa visão limitada e acreditar que pode ser diferente e se permitir sê-lo com coragem e auto-empatia, empoderado de si e de seu propósito de vida!

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo